OPINIÃO

Idéias e opiniões socialistas sobre Sorocaba

Parte 11 – Conclusão

PARTE – 11 

 

CONCLUSÃO 

 

            O mal é radical e os trabalhadores já sabem disso há muito tempo. E estão dispostos, com os meios apropriados, a destruí-los.  Muitos Trabalhadores já sabem: 

 

1.      Que a propriedade privada é a fonte primeira de toda a opressão exploração humana;2.      Que a emancipação dos trabalhadores (a emancipação humana) não pode fundar-se em uma nova dominação de classe, as no fim de todos os privilégios e monopólios de classe, e sobre a igualdade dos direito e dos deveres;3.      Que a causa do trabalho, causada humanidade, não tem fronteiras;4.      Que a emancipação dos trabalhadores deve ser obra dos próprios trabalhadores. 

Trabalhadores de todo o mundo, unamo-nos! Não mais direitos sem deveres, não mais deveres sem direitos! Revolução. 

Mas a revolução perseguida pelos trabalhadores não é uma revolução de pretextos, não é o meio pratico de um momento, para se lograr um objetivo dissimulado. Também a burguesia, como tantas outras classes, invocou um dia a revolução, mas somente para derrotar a nobreza e substituir o sistema feudal de servidão por esse mais refinado e cruel que é o do trabalho assalariado. E a isso chamam de progresso e civilização! Todos os dias podemos ver ao ridículo espetáculo dos burgueses que vão balbuciando a palavra revolução, como único objetivo de chagar ao topo da montanha e usurpar o poder. A revolução dos trabalhadores é a revolução pela revolução! 

A palavra revolução, no seu sentido mais amplo e verdadeiro sentido, significa mudar, transformar, girar. Com tal, a revolução é a alma de toda a matéria infinita. De fato na natureza tudo se transforma, mas nada se cria ou destrói como nos prova à química. 

A matéria mantendo sempre a mesma quantidade, pode mudar infinitamente as suas formas. A matéria perde sua antiga forma e adquire uma nova forma, essa passa da antiga vida, na qual morre, para a nova na qual nasce. Quando nosso fiandeiro transformou os 10 quilos de algodão em 10 quilos de fio, não ocorreu a morte de 10 quilos de matéria sob a forma de algodão e seu nascimento sob a forma de fio? E quando tecelão transforma os fios em tecido, não ocorreu à mesma coisa que se sucedera com a vida do algodão e a vida do fio? Portanto, a matéria girando de uma vida para a outra, vive sempre mudando se transformando, se revolucionando… 

Ora, se a transformação é alei da natureza, que é o todo, deve também necessariamente ser alei da humanidade, que é parte. Mas sobre a terra há um punhado de homens que não pesam assim, ou, melhor que tapam os olhos para não ver e os ouvidos para nada escutarem. 

Agora, ouço um burguês que me grita: 

“Sim, é verdade, alei natural, a revolução que você reclama,é a reguladora absoluta das ações humanas. A culpa de todas as opressões, de todas as explorações, devem ser atribuídas a essa inexorável lei que se impõe à revolução, à transformação continua: a luta pela sobrevivência, a vitória dos mais fortes sobre os mais fracos, enfim,o sacrifício da espécie menos perfeita para o desenvolvimento da mais perfeita. Se centenas de trabalhadores se sacrificam para o bem estar de um só burguês, o burguês não tem a menor culpa, ao contrario, esta aflito e desolado por causa desse decreto, da única lei natural, da revolução”. 

Quando os burgueses falam desse modo e os trabalhadores resolvem também invocar a força dessa lei natural que quer a transformação, a luta pela existência e a revolução, eles se preparam justamente para serem os mais fortes, sacrificando toda a planta parasita, para o completo e prospero desenvolvimento da planta homem, belo, perfeito, como deve ser em toda a profundidade do seu caráter humano. E o que fazem os burgueses? Os burgueses são muito temerosos e devotos para poder apelar à lei natural da revolução. Em alguns momentos de veleidades, eles podem até invoca – lá, mas, depois, voltando a si, feitas as contas, chegam ao resultado de que tudo se desenvolve perfeitamente bem, no melhor dos mundos, para eles, então passam a gritar, torturando os nossos tímpanos: ordem, religião, tradição, família e propriedade! Assim, depois de conquistarem com mortes, incêndios e roubos o lugar de dominadores e exploradores da espécie humana, pensam poder brecar os passos da revolução. Mas eles não sabem na sua estupidez, que seus esforços nada podem fazer do que levar a humanidade e, portanto eles mesmos a uma terrível catástrofe, assim, as forças revolucionarias exploradas por eles de um modo irracional, imprevisivelmente explodem. 

Eliminados os obstáculos materiais que se opunham a revolução, agora livre no seu curso, bastará por si só para criar entre os homens o mais perfeito equilíbrio, a ordem a paz e a felicidade mais completa, porque os homens, no seu livre desenvolvimento, não procedem como animais, mais como seres humanos, eminentemente racionais e  civilizados, que compreendem que nenhum homem pode ser verdadeiramente livre e feliz, a não ser na liberdade e felicidade comum  a toda a humanidade. Não mais direitos sem deveres, não mais deveres sem direitos. Não mais, portanto a luta pela sobrevivência entre um homem e um homem, mas a luta pela existência de todos os homens com a natureza, aproveitando o possível das forças naturais para a vantagem de toda a humanidade. 

Conhecida a doença, o remédio é fácil: a revolução pela revolução. 

Mas como podem os trabalhadores restabelecer o curso da revolução. Aqui não é o lugar para desenvolver um programa revolucionário, já há muito publicado em outros livros. Concluindo, me limito a repetir as palavras se um operário, que são a epigrafe deste volume: 

 

“O operário fez tudo, e o operário pode destruir tudo, porque pode fazer tudo de novo”.

Anúncios

5 Respostas to “Parte 11 – Conclusão”

  1. Martina said

    Será que não poderia explicar de uma forma mais resumida, não um texto muito grande, Obrigada.

  2. Mak said

    tá bom assim, se resumir fica nada…

  3. marcos said

    esta muito extenso !!!!!!!!!! vamos ser mais objetivo

  4. marcos alan said

    nossa!!!!!!!!!!!! não precisa isso tudo !!!!!

  5. (81)84759018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: