OPINIÃO

Idéias e opiniões socialistas sobre Sorocaba

Transporte público e privado: irresponsabilidade dos poderes públicos.

Posted by alexproenca em maio 10, 2011


A falta de coragem dos poderes público em organizar um transporte público decente causa, além do caos e da demora, a morte de milhares de pessoas pelo Brasil afora.

Há alguns anos neste blog, já comentamos sobre a irresponsabilidade de facilitar o uso de motos, principalmente pelo custo que seus acidentes provocam no sistema público de saúde.

No dia de hoje, o jornal Cruzeiro do Sul, publica a reportagem sobre mais desta duas mortes.

———————————————————————————————————————————————————————

Motociclista morre em batida contra caminhão

  
Notícia publicada na edição de 10/05/2011 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 6 do caderno A – o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.
Acidente na rodovia SP-79 (avenida Paraná) causou a morte do motociclista João Pedro dos Santos, 25 anos, às 17h de segunda-feira (9). Ele pilotava uma Honda CG-150 e ao fazer uma ultrapassagem em trecho proibido bateu na lateral de um caminhão Volkswagen, que seguia no sentido contrário. João Pedro morreu na hora. A colisão aconteceu em frente ao bairro Terras de Arieta e à indústria Borcol, na região do Cajuru.

O motociclista trafegava no sentido Sorocaba-Itu, fez a manobra e não pôde desviar do caminhão. As faixas amarelas contínuas sinalizavam que a ultrapassagem é proibida. O corpo ficou na margem da rodovia, coberto por um lençol. A Polícia Rodoviária precisou coordenar o trânsito para aliviar o congestionamento.

A empresa JSL, proprietária do caminhão, enviou nota no início da noite em que lamenta o acidente e informa que está contribuindo com as autoridades para o completo esclarecimento.

Outra morte

No dia 1º de abril, moradores do bairro Terras de Arieta fecharam a rodovia por duas horas por causa do atropelamento e morte de um menino de 11 anos que aconteceu no mesmo dia. O estudante Vinícius Nascimento Dantas atravessou a pista para pegar o ônibus que o levaria à escola. Foi atingido por uma moto CG-125 conduzida por Willians Pereira da Silva, 29. Os moradores colocaram fogo em pedaços de madeira para exigir segurança. Querem melhor sinalização, passarela ou policiais no horário em que crianças vão e voltam da escola.

Há pontos de ônibus dos dois lados da rodovia e a travessia é perigosa, disseram ontem o metalúrgico Márcio Roberto Nardi e o construtor Samuel Batista Silveira. Eles também reclamaram da precariedade da entrada de veículos do bairro. Para reduzir os acidentes, Nardi pede a instalação de radares eletrônicos de velocidade. (Por Marcelo Roma)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: