OPINIÃO

Idéias e opiniões socialistas sobre Sorocaba

Votorantim quer atender cerca de mil famílias com programa.

Posted by alexproenca em abril 18, 2009


O sonho da casa própria levou mais de 200 pessoas ontem ao Aquário Cultura de Votorantim, onde a Prefeitura lançou o projeto local de habitação popular Votorantim, minha casa, minha vida. A intenção da poder público é de cerca de mil moradias sejam viabilizadas com o programa do governo federal. No município, porém, o projeto deve contemplar a princípio as famílias com renda de três a dez salários mínimos que vivem em áreas verdes, casas cedidas ou alugadas.

Para saber exatamente quantas são, Votorantim fará, ainda este mês, de um censo habitacional que deverá apontar o déficit de moradias no município, estimado em 8 mil famílias. A intenção é unir ações já existentes, como de desfavelamento, ao programa federal, para todas as classes sociais serem atendidas. Inicialmente, 128 apartamentos serão construídos no Parque São João.

Sinceramente, não me importo onde e nem se será casa ou apartamento. Sendo meu, minha casa própria, saindo do aluguel, eu aceito, garantiu a auxiliar de cozinha, Adriana dos Santos, de 32 anos, que vive no Jardim Toledo há seis anos com o esposo e a filha adolescente.

Ela e a amiga, Ivonete da Silva, de 28 anos, foram conferir o lançamento do programa votorantinense e se viram otimistas com as propostas. Há muito tempo se fala em ajudar as pessoas a ter casa própria. Esperamos que dessa vez seja verdade e que eu realmente consiga sair da casa da minha mãe, falou Ivonete que tem três filhos ainda crianças.

Censo

As duas amigas, juntamente com seus maridos, fazem parte da parcela da população que recebe três salários mínimos. De acordo com o prefeito Carlos Augusto Pivetta (PT), o principal objetivo é atender esse público. Tanto que a construção de 128 apartamentos no Parque São João já foi viabilizada e deve contemplar essas pessoas.

No entanto, o censo habitacional vai mostrar quantas são as famílias pertencentes a essa faixa de renda que necessitam ser atendidas.

O processo deve ser concluído ainda esse mês e deverá passar por auditoria. Nossa idéia é saber quem são as pessoas que moram aqui. O que precisam. Queremos atender cidadãos que moram aqui há mais de dois anos. Queremos evitar o cadastro de quem não mora aqui ou já tem imóvel próprio, alerta o prefeito.

O censo acontecerá do próximo dia 22 até o dia 28 de abril com equipes instaladas nos centros comunitários ou em tendas de praças principais, sempre das 8h às 18h nos dias úteis. A municipalidade tem pressa já que há projetos residenciais em andamento. Até maio, próximo, o censo deverá estar concluído.

Para participar do mapeamento o morador deve esperar a visita dos agentes na própria residência. Será necessária apresentação do CPF, RG, certidão de casamento e de nascimento dos filhos, se houverem. Os moradores que não estiverem em casa durante a visita serão notificados por correspondência e deverão contatar a Prefeitura conforme orientação impressa no documento.

Moradias

Após o levantamento, os convênios com a Caixa Econômica Federal (CEF) e empreiteiras deverão ser realizados, isso porque já existe o projeto de desfavelamento com baixo custo, ou sem custo, que atende a classe mais carente da cidade. O estudo nos auxiliará para a fomentação de ações que já existem aqui, destacou. É o caso da dona-de-casa Rosa de Oliveira, de 32 anos, que reside numa área invadida às margens do acesso 103 da rodovia Raimundo Antunes Soares (SP-79), próximo ao Jardim Bandeirantes.

Residente no local com o marido e os dez filhos, a gestante de oito meses ainda sonha com a casa própria. Ela conta que vive no casebre há 20 anos, reconhece a falta de estrutura, mas assume a falta de condições de melhoria. Eu não trabalho e meu marido, aposentado por invalidez, faz bicos. Temos uma renda muito baixa, contamos com o salário mínimo da minha sogra. Uma casa seria um sonho. Gostaria muito de sair daqui, sei que é perigoso para meus filhos, espera.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios

4 Respostas to “Votorantim quer atender cerca de mil famílias com programa.”

  1. antonio carlos said

    oi nao sei se alguem concorda comigo ] peço desculpas a sra.dona rosa mas como relatou-se em condiçoes dificeis pergunto-lhes…porque tantos filhos??? ainda esperando outro???oque pensa do futuro???se pensa…

    • Ana Júlia said

      Concordo plenamente com o Antonio Carlos, hj em dia tá tão difícil de criar 1 filho, imaginem 10… tb peço desculpas pela sinceridade, mas previnir é fácil e de GRAÇA, e temos q deixar isso bem claro para q naum sirva de exemplo pra ninguém….

  2. oi meu nome e cleide me escrevi para minha casa minha vida e gostaria de saber quando vai ser aprovado ,e como vai ser .vcs avizao por carta .como que vai ser .

  3. andrea rosa de jesus said

    estou persizando de uma moradia tambem porque tenho quatro filhos e pago aluguel mas eu gostaria de entra no programa de um salario minimo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: